All for Joomla All for Webmasters
  • Massagens

    Reflexologia Podal

QUAL A ORIGEM DA REFLEXOLOGIA PODAL?

O método de cura com a utilização da Reflexologia Podal existe desde 2.500 AC e é praticada e desfrutada por culturas diversas. Essa prática inicou através das pinturas arqueológicas realizadas pelos egípcios, que contribuíram positivamente na implementação dessa técnica com suas provas históricas. Acredita-se que os budistas indianos tenham levado a Reflexologia Podal até a China, que foi quando ficou conhecida por Massagem Chinesa Dos Pés. Os Europeus também reconheceram a técnica como “terapia das zonas” e aplicaram estudos sobre a Reflexologia Podal no século XV.

O grande momento da prática ocorreu em 1.900, quando o Dr. William Fitzgerald praticou formalmente pela primeira vez a Reflexologia Podal no hospital Boton City. Essa iniciativa contribuiu para que diversos pesquisadores realizassem trabalhos relacionados na área, influenciando a elaboração do mapa dos pés.

Sabe-se também que a Reflexologia foi muito utilizada pelos índios da América do Norte, que usufruíram de pressões aplicadas aos pés como uma forma de cura. Esse fato se deu origem pela da importância dos pés em relação ao equilíbrio físico, mental e espiritual, reconhecido pelos índios Cherokees, da Carolina do Norte.

O Ministérico da Saúde reconhece a Reflexologia Podal como uma terapia alternativa de grande eficácia.

O QUE É A REFLEXOLOGIA PODAL?

Para saber um pouco mais sobre a Reflexologia Podal, é importante saber que o microcosmo do corpo é representado pelos pés. Todos os órgãos, glândulas, músculos e as outras partes do corpo humano estão interligadas aos pés. Além disso, existem também sistemas que correspondem também nas mãos, costas, cabeça e orelhas.

A técnica utilizada na Reflexologia Podal baseia-se por meio de pressão em pontos em específicos na região dos pés. Esses pontos estão relacionados a várias partes do corpo como um todo. No momento em que são massageados, o cérebro envia um tipo de mensagem para as glândulas correspondentes ao ponto pressionado, que consequentemente, entendem rapidamente que é necessário liberar hormônios benéficos para essa região. Esses hormônios por sua vez, tem a responsabilidade de reparar, prevenir ou auxiliar na prevenção de certos desconfortos.

A Reflexologia Podal também é conhecida como uma técnica milenar, natural e não invasiva, que tem como objetivo estimular o relaxamento dos músculos, tendões e articulações, desbloqueando a energia vital através da massagem nos pés. Sabe-se que quando se apresenta algum tipo de desconforto, é um sinal de alerta que representa um desequilíbrio energético. Esse desconforto pode ser desde dor nas costas e região até sintomas de depressão. Portanto, o desbloqueio da energia vital ocorre por meio de pressões realizadas em regiões específicas dos pés, correspondendo aos órgãos vitais e áreas do corpo todo. Essa pressão gera uma ação em cadeia, ativando as glândulas que estão relacionadas a região que está conectada aos nossos pés, seja ela olhos, órgãos genitais, coluna, bexiga, ou qualquer outra.

A prática da Reflexologia Podal ocorre por meio de pressões nos terminais nervosos, fazendo com que as secreções necessárias promovam a cura desejada por meio do estímulo de um órgão do corpo no Sistema Nervoso Central (SNC). Esse sistema possui o objetivo de verificar o funcionamento do órgão que está sendo estimulado através da pressão. A técnica funciona perfeitamente como terapia complementar e auxiliar no tratamento de doenças e também para aliviar dores e tensões do dia a dia, como, por exemplo, dores musculares.

PARA QUEM É INDICADA A PRÁTICA DA REFLEXOLOGIA PODAL?

Reconhecida por proporcionar alívio imediato e ser um tratamento altamente eficaz em casos de dor no pescoço, ombros, costas e outros desconfortos frequentes decorrentes de maus hábitos de postura do dia a dia.

Existem também outros desconfortos que podem ser aliviados e tratados com a utilização da Reflexologia Podal. Essa técnica é indicada para quem sofre de prisão de ventre, problemas com a tireoide, problemas digestivos e urinários, problemas com colesterol, hipertensão, asma e problemas respiratórios em geral. Também auxilia no tratamento de constipação, cálculos renais, dores na coluna e nos pés, inchaço nas pernas e pessoas que apresentam problemas na circulação sanguínea. A técnica também é muito procurada por pessoas que apresentam desequilíbrios hormonais, normalmente apresentando níveis altos de tensões, estresses, depressões e distúrbios do sono.

Sabemos que o lado emocional quando se encontra em desequilíbrio, pode desencadear em um mal funcionamento orgânico com o tempo. Como a Reflexologia Podal tem uma grande participação na diminuição de estresse, ansiedades e depressões, consequentemente, acaba influenciando de forma positiva no bom funcionamento do organismo como um todo.

A Reflexologia Podal influencia na produção de endorfina, a substância química responsável pela comunicação do sistema nervoso, portanto, tem a capacidade de controlar dores.

CONTRAINDICAÇÕES DA REFLEXOLOGIA PODAL

Apesar de ser um método de cura natural, a Reflexologia não é indicada em algumas situações. Por exemplo, quando o paciente apresentar algum tipo de machucado na região dos pés ou tiver realizado algum tipo de cirurgia recentemente. Também não é recomendada em casos de gravidez, para pessoas que utilizam marca-passo, pessoas que apresentem alguma alergia na pele ou dermatite, quando as varizes apresentadas estiverem expostas, quando há trombose e fraturas.

Também não é indicada para pessoas que possuam diabete, pois o tratamento não possui efeito por conta dos coágulos sanguíneos, que possivelmente seriam deslocados impropriamente pelas técnicas utilizadas na Reflexologia Podal.

É aconselhável que haja a indicação do médico quando o paciente apresentar doenças cardiovasculares ou doenças graves.

QUAIS OS BENEFÍCIOS DA REFLEXOLOGIA PODAL?

Há muitos benefícios fornecidos na prática, principalmente pelo fato de proporcionar equilíbrio para a saúde corporal e mental. A Reflexologia Podal favorece e estimula a circulação sanguínea e o sistema imunológico do corpo, previne e trata doenças e transtornos de saúde, estresse e problemas psicológicos.

O sangue tem como principal função levar nutrientes essenciais para todas as regiões do corpo humano, em quantidades ideias para manter os órgãos saudáveis. A Reflexologia Podal influencia positivamente na corrente sanguínea, pois sistema dos vasos linfáticos são estimulados, aumentando assim a imunidade do corpo em relação as infecções.

A Reflexologia Podal tem também entre seus benefícios a melhora do metabolismo, alívio de prisão de ventre, alívio nas dores de estômago, melhora as dores nos pés e o desequilíbrio hormonal. Além disso, é muito indicada para aliviar as dores musculares que ocorrem frequentemente, que são, dor nas costas, coluna, ombros e pescoço.

É conhecida também por ajudar a potencializar os efeitos dos medicamentos ingeridos, influenciando diretamente no processo de cura e tratamento de doenças.

CURIOSIDADES SOBRE AS SESSÕES DA REFLEXOLOGIA PODAL

Para obter um resultado expressivo é recomendado que seja realizado, no mínimo, 3 sessões. Após a primeira sessão, é aconselhado que as próximas ocorram cada 15 dias, com uma duração que varia entre 30 e 60 minutos, podendo ser utilizadas junto a outras técnicas, como, por exemplo, o Reiki e o Shiatsu.

Os resultados devem transparecer após a terceira sessão da terapia, podendo variar em cada paciente, pois o tratamento funciona através do equilíbrio corporal que depende da resposta de cada organismo.

Muito mais aconselhada do que se imagina, a Reflexologia Podal pode ser inserida no dia a dia para aliviar e até curar vários desconfortos bem normais que estão presentes na nossa rotina. Uma técnica excelente para quem sofre de dores de cabeça frequentes, enxaquecas, dores nos pés, dores musculares e ansiedade. Tudo isso e muito mais podem ser eliminados com pressões e automassagem nos pontos certos dos pés.

Vale ressaltar que, antes da realização da automassagem, é necessário que haja uma consulta ou uma instrução correta de um profissional capacitado da área, para se obter uma orientação sobre como massagear. Essa orientação será de extrema importância para adquirir o conhecimento necessário sobre a massagem. Sabendo que os pés possuem pontos que estão interligados a todo o nosso corpo, é preciso conhecer exatamente onde realizar as pressões. A instrução evitará o desencadeamento de possíveis doenças que a falta de conhecimento sobre a automassagem pode ocasionar. Quando você estiver apto a realizar a automassagem, será necessário apenas alguns minutos durante o dia para viver momentos relaxantes.

Para realizar a automassagem, procure por um ambiente confortável e relaxante. Se você preferir, cremes e óleos também são uma boa dica para realizar a massagem com mais facilidade. A seguir, lembre-se das informações e instruções que recebeste do terapeuta, como, quais pontos dos pés serão massageados para aliviar as dores que você possui e como pressionar esses pontos, e ponha em prática. Depois de uma rotina cansativa de trabalho, com a Reflexologia Podal, você será capaz de desfrutar de todos os benefícios que a técnica tem a oferecer, com segurança.