All for Joomla All for Webmasters
  • Massagens

    Descompressão Vertebral

DESCOMPRESSÃO VERTEBRAL – ALIVIE A PRESSÃO NA COLUNA

A coluna vertebral é composta por 33 ossos superpostos, mais conhecidos como as vértebras, formando uma estrutura rígida, porém flexível. A coluna vertebral, também conhecida como espinha dorsal, é muito importante para proteção da medula espinhal, que é responsável por garantir o suporte do peso do corpo humano. Além disso, mantém a nossa postura ereta e possibilita os movimentos dos membros superiores e inferiores. No intervalo entre uma vértebra e outra se encontram os discos vertebrais, que é são estruturas gelatinosas e fibrosas, que possuem a função de amortecer o impacto entre as vértebras, aliviar a pressão sobre as articulações e facilitar os movimentos de extensão, flexão e rotação.

O QUE É DESCOMPRESSÃO VERTEBRAL E COMO ESSA TÉCNICA É APLICADA?

A Descompressão Vertebral atua nas facetas articulares das vértebras com o objetivo de liberar as contrações da musculatura e favorecer a hidratação dos discos intervertebrais. A realização da prática também é responsável pelo alinhamento da coluna vertebral, que devolve a naturalidade dos desvios do eixo da coluna.

Para que a técnica da Descompressão Vertebral seja realizada com excelência em nossos pacientes, trabalhamos primeiramente na liberação das tensões musculares que atuam diretamente nos pontos mais doloridos, atenuando ou aliviando por completo esses desconfortos. A prática dessa massagem é uma sequência de sessões que, além de resultar rapidamente em uma redução significativa das dores, também auxilia no alívio do estresse, cansaços do dia a dia, promovendo um relaxamento profundo ao paciente.

QUAIS SÃO AS CAUSAS DOS DESVIOS DE COLUNA?

Na maioria dos casos a origem dos desvios de coluna vertebral é desconhecida. Nas situações em que é possível determinar o que causou o desvio, além da possibilidade de ter uma explicação genética, também podem ser causado por anomalias congênitas ou adquirido por hábitos do dia a dia, como, por exemplo, obesidade, exercício físico impróprio, sedentarismo, tabagismo, tumores e traumatismos. Além disso, existem alguns casos em que os desvios são resultados de alterações ósseas, musculares ou neurológicas.

Pesquisas mostram que 50% a 80% dos adultos são vítimas das dores nas costas, no decurso de suas vidas, de alguma forma de dor decorrente de afecções da coluna vertebral, que é causada muitas vezes, por uma postura errada durante o trabalho ou te nos momentos de repouso. Quem fica boa parte do dia em uma só posição, seja em pé ou sentado, sabe que a dor nas costas é algo que desencadeia com mais facilidade. Essas atitudes, que geralmente ocorrem no ambiente de trabalho, tendem a cansar a região muscular e resultar em dores nos músculos que foram erroneamente usados. Salientamos também a importância de consultar opções de tratamento, pois nem sempre as soluções para essas dores serão encontradas nos analgésicos e medicamentos em geral.

PARA QUEM É INDICADA A PRÁTICA DA DESCOMPRESSÃO VERTEBRAL?

A Descompressão Vertebral é indicada para todos que apresentam desvios de eixo da coluna, conhecidos também por DEC, que podem ser reconhecidos como a lordose cervical, cifose torácica, lordose lombar e escoliose social. Todos os desvios citados existem em todas as pessoas, portanto são considerados normais, porém, exigem tratamento para cessar o desconforto causado por eles.

Quando a coluna se encontra desalinhada pode ocasionar em vários problemas, por exemplo: dores de cabeça, enxaqueca, formigamento nos braços e mãos, zumbido no ouvido, dor nas pernas, sensação de queima e peso nas pernas, dor nas costas, tonturas, dor no pescoço, tendinites no ombro e cotovelo, câimbras, azia, refluxo gastroesofágico, gastrite, dores lombares, dores ciáticas, entre outros. Portanto, a Descompressão Vertebral pode ser indicada para quem apresenta algum desses sintomas e é identificado com algum tipo de desvio de eixo da coluna.

Conheça um pouco mais sobre os aspectos físicos de cada um dos desvios:

Cifose: A cifose, ou hipercifose torácica, provoca deformações nos ombros, no pescoço e na cabeça, fazendo com que ambos se projetem para frente, provocando o efeito popular mais conhecido como “corcunda”. Esse efeito é causado pelo aumento exagerado da curvatura posterior, que resulta no abaulamento das costas, favorecendo assim o surgimento da lordose cervical.

Lordose: É a curvatura normal da coluna que pode originar a hiperlordose, que é o aumento da curvatura da coluna para dentro do corpo e a hipolordose, que provoca redução dessa curvatura, resultando na retificação da região cervical e lombar. Esse posicionamento incorreto reflete nos glúteos mais destacados e na barriga mais saliente.

Escoliose: A Cifose e a Lordose apresentam características que podem ser identificadas visualizando a pessoa de perfil. Já a Escoliose, que é uma curvatura anormal da coluna para um dos lados do tronco, lhe oferecendo a aparência de um “C” (uma só curvatura) ou em “S” (mais de uma curvatura), onde esse lado é determinado pela rotação das vértebras e é facilmente identificado visualizando a pessoa de costas.

Por muitas vezes não é necessário apresentar nenhum desses sintomas. O ato de procurar por um momento relaxamente e desejar uma melhora na qualidade de vida, já podem ser considerados motivos suficientes para receber a Descompressão Vertebral.

CONTRAINDICAÇÕES DA DESCOMPRESSÃO VERTEBRAL

Não há restrições para receber a Descompressão Vertebral. Independente da região das costas em que a pessoa venha apresentando o desconforto é indicado o início do tratamento com a Descompressão Vertebral. Importante sempre relatar detalhadamente os desconfortos para o profissional responsável pela sua melhoria, para que se encontre a melhor forma de tratamento e de massagem.

QUAIS SÃO OS BENEFÍCIOS DA DESCOMPRESSÃO VERTEBRAL?

A Descompressão Vertebral tem como seu objetivo principal promover o alívio da pressão da coluna. Para o músculo funcionar bem, é importante ter uma boa circulação de sangue, de modo que leve nutrientes e resíduos para o interior da musculatura. Com a massagem é possível aumentar a circulação sanguínea na região onde a técnica é aplicada, tornando essa prática uma ótima aliada no combate à musculatura cansada em qualquer região do corpo. Se as dores nas costas forem provenientes dessa causa, a Descompressão Vertebral é uma excelente alternativa para obter resultados positivos no alívio das dores.

A massagem na região das costas também promove o equilíbrio da energia do corpo. Atuando no sistema circulatório e nervoso, o tratamento com a Descompressão Vertebral proporciona bem-estar através do calor, tato e pressão, relaxando e acalmando os ossos e músculos das costas.

Outro benefício de ativar a circulação sanguínea, é que esse fato facilita a nutrição do tecido muscular e esquelético, fazendo com que a absorção dos nutrientes e hormônios seja elevada na região massageada.

Entre outros benefícios da massagem nas costas está o combate a osteoporose, prevenção de doenças, diminuição do estresse e ansiedade, alívio de tensões, diminuição do cansaço, eliminação de toxinas e resíduos metabólicos, melhora da elasticidade da pele e do sistema imune, aumento da oxigenação sanguínea e a ativação do sistema urinário e digestivo.

CUIRIOSIDADES – DICAS DE TRATAMENTO

A massagem na coluna envolve exclusivamente os músculos que a revestem, portanto, se a musculatura estiver rígida, o tratamento com a prática da massagem ficará mais difícil, adiando os benefícios. No momento da aplicação da técnica, procure estabelecer um relaxamento no seu corpo e sua mente, buscando por um relaxamento completo, isso influencia nos benefícios que a Descompressão Vertebral oferece.

Separamos alguns hábitos para você cuidar da coluna no dia a dia:

  • Escolha cuidadosamente os calçados que você irá utilizar, eles influenciam diretamente na sua postura corporal. Saltos que são muito altos ou calçados fabricados com materiais desconfortáveis provocam alterações no centro da gravidade do corpo, alternando assim o posicionamento da coluna;
  • A alimentação influencia diretamente na saúde do seu corpo. Para uma coluna saudável acrescente nas suas refeições alimentos ricos em cálcio, o mineral essencial para a saúde dos ossos;
  • Procurar um médico é indispensável em casos de dores frequentes na coluna. Evite a automedicação;
  • Ao carregar objetos muito pesados, procure proteger a espinha dorsal ao carreá-los próximos ao corpo. Essa atitude irá diminuir a força exigida da coluna, musculatura e articulações;
  • A prática de atividades físicas é essencial para o fortalecimento muscular das costas, quadris e abdômen. Procure a orientação de um profissional na hora de realizar os exercícios, pois quando não orientados, também podem resultar em dores na coluna;
  • A obesidade ocasiona os desvios de coluna, porque o excesso de peso, além de alterar a posição de equilíbrio do corpo, também provoca um desgaste das articulações. Procure manter o seu peso corporal dentro do padrão orientado pelo médico, que leva em consideração a altura e a idade da pessoa.